Linguagem dos 6 aos 12 meses

A aquisição da linguagem humana é certamente um dos feitos mais extraordinários da nossa espécie, e que tem sido responsável pelo nosso sucesso entre todos os animais do planeta.
Esta linguagem serve para trocar ideias e afetos, e por isso determina os nossos valores e as nossas sociedades.
Neste artigo revelamos cada etapa de desenvolvimento da linguagem, e para cada etapa, fazemos algumas recomendações aos pais para melhor estimular o desenvolvimento da sua criança, assim como indicamos alguns sinais de alerta que deverão ser motivo para pedir ajuda a um especialista.

Dos 6 aos 12 meses:

  • Compreende o significado de algumas palavras do seu dia-a-dia e ordens simples;
  • Palra, experimenta cada vez mais sons e sílabas;
  • Diz as primeiras palavras;
  • Consegue imitar;
  • Responde ao seu nome.
 
Recomendações aos pais:
 
  • Brinque com a sua voz, ele vai adorar! A melodia da fala ajuda-o a compreender e a usar a linguagem de forma mais eficaz;
  • Ajude o seu bebé a descobrir o prazer de comunicar: incentivando todo o tipo de interação recíproca, fazendo caretas, sorrindo, rindo, olhando, etc.;
  • Coloque-se ao nível do olhar do bebé, sente-o no seu colo ou sente-se ao seu lado quando brincam juntos ou vêm um livro;
  • Aproveite o dia-a-dia, por exemplo, durante o banho diga-lhe que parte do corpo está a lavar; enquanto o veste diga-lhe “Que meias tão bonitas”…
  • Nesta fase, a TV tem pouco valor para as crianças. Não o deixe em frente à TV por longos períodos de tempo porque isso não promove momentos de verdadeira comunicação.
 
Sinais de alerta para procurar ajuda:
 
  • Se ele não reagir ao nome, procure ajuda do especialista;
  • Se não reagir a sons familiares (por exemplo, o telefone, a campainha da porta…)
  • Se não experimentar produzir diferentes sons.
   
As autoras são todas Terapeutas da Fala do ACES Central do Algarve:
 
  • Carla Cavaco
  • Margarida Lino
  • Mónica Madeira
  • Telma Guerreiro Pereira
 
Referências Bibliográficas: